Banner

A SUCESSÃO FAMILIAR NAS EMPRESAS

“É chegada a hora de meu filho assumir o meu lugar”

Um grande problema a ser enfrentado pelos sócios é a sucessão familiar. Se a sua empresa prosperou, raramente você irá escapar deste destino, seus filhos, bem como os filhos do seu sócio, irão trabalhar na empresa.
Como disse no primeiro capítulo deste livro, os filhos, geralmente, seguem as profissões dos pais, e a ida deste filhos para dentro da empresa, é a materialização desta afirmação.
A problemática desta sucessão está na forma em que ela acontecesse, sempre de cima para baixo, ou seja, os bambinos são inseridos na empresa, na maioria das vezes, em cargos de chefia e direção.
Também se enfrenta um problema a nível de qualificação dos filhos, além das características pessoais de cada um. Assim, se o teu filho é graduado, por exemplo, em economia, e o filho do teu sócio não possui nenhuma graduação, e os dois são inseridos para trabalhar na empresa, o aconselhável seria colocar o graduado e experimentado no Departamento Financeiro da mesma, em uma função de chefia, e outro em uma função de auxiliar, até que adquirisse experiência para tomar decisões.
Não é bem assim que acontece, afinal, os dois são filhos e sucessores, portanto, em algum momento da vida, vão ser sócios, substituindo os que ali estão.

Leia mais...